Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saia Amarela

Sempre adorei Moda, Glamour, Fitness, Alimentação saudável e tudo o que envolva equilíbrio do corpo e da mente. E assim surgiu Saia Amarela, um espaço onde podes te reencontrar!!!!

Saia Amarela

Sempre adorei Moda, Glamour, Fitness, Alimentação saudável e tudo o que envolva equilíbrio do corpo e da mente. E assim surgiu Saia Amarela, um espaço onde podes te reencontrar!!!!

Bebe da água pela tua saúde.....

10 razões para beber água:

 

1 – A água não contém calorias, por isso, pode ser bebida sem se pensar na balança;

2 – Manter-se hidrata faz com que a sua pele tenha um aspecto hidratado e iluminado, resistindo mais facilmente ao envelhecimento cutâneo;

3 – A água é responsável pelo transporte de nutrientes, ajudando na sua absorção, e pela regulação de temperatura;

4 – A água é o solvente para os alimentos, ajudando na digestão destes;

5 – Estimula a eliminação de toxinas no nosso organismo;

6 – Quando sente fome, pode estar apensas a sentir sede, por isso, a ingerir água ajuda a não ingerir calorias indesejáveis;

7 – O corpo humano não armazena grande quantidade de água, por isso, sem água sobrevivemos apenas 3 dias;

8 – O estado de desidratação afecta as actividades psicomotoras e o sistema cognitivo. Sempre que se está desidratado a capacidade de atenção e a memória diminuem, tal como o rendimento físico;

9 – Beber água pode diminuir as dores de cabeça e reduzir o número de episódios desse problema;

10 – Lubrifica as articulações contribuindo para um melhor desempenho muscular no dia a dia e, claro, no desempenho de uma actividade física.

 

Beijinhos da Kika

 

01

Viver juntos, melhora a saúde!!!! A Kika explica....

Um estudo realizado em mais de 25 mil pessoas, apresentado na conferência da Sociedade Cardiovascular Britânica (BCS) em Manchester, revela que os casais que vivem juntos reduzem em 14% a probabilidade de sofrer um ataque cardíaco.

 

Em colaboração com a Escola de Medicina de Aston e a Universidade de East Anglia, um grupo de investigadores, utilizaram um algoritmo ACALM (Algoritmo para a comorbidades, associações, tempo de permanência e mortalidade).

 

Foram analisados os dados disponíveis sobre os pacientes, todos com um diagnóstico de enfarte do miocárdio entre o ano de 2000 e 2013. Os especialistas explicam que existe uma possível vantagem para as pessoas que vivem juntas uma vez que recebem o apoio físico e psicológico do cônjuge depois de um episódio deste tipo.

 

Este estudo continua em curso de forma que se possa avaliar os efeitos do casamento no que diz respeito à saúde do coração a longo prazo.

A Kika apoia!!!!

 

Uma questão de saúde

O que é um ataque de pânico? A Kika explica.....

É uma expressão que nos habituámos a ouvir, especialmente nos dias de hoje,em que o stress constante já faz parte do nosso dia a dia 

Mas será que consegues identificar os sintomas de um ataque de pânico?Filipa Machado Vaz esclarece que “um ataque de pânico é um período de tempo em que um indivíduo sente um medo ou desconforto intenso”, experienciando quatro dos seguintes sintomas:

 

Palpitações, batimentos cardíacos ou ritmo cardíaco acelerado;

Suores;

Tremores;

Dificuldades em respirar;

Desconforto ou dores no peito;

Sensação de sufoco;

Náuseas;

 

Sensação de tontura ou desmaio;

Medo de perder o controlo;

Medo de morrer;

Dormência ou formigueiros;

Sensação de frio ou calor.

 

Ao contrário do que pensa a maioria, nem sempre é possível identificar uma causa ou acontecimento específico na vida da pessoa que a tenha levado a desenvolver uma fobia.

 

A Kika está sempre atualizada, fica atenta....Beijinhos,,,,

O que é um ataque de pânico?

 

Como diminuir alguns sintomas da gravidez?? A kika explica...

Ser mãe é uma experiência maravilhosa, repleta de boas surpresas. Mas também pode trazer momentos menos bons. Muitos deles acontecem durante a gravidez e são muitas as mulheres para quem a gestação é mais incómoda do que bonita.

 


A Dr.ª Wenqian Chen, Terapeuta Especialista em Medicina Tradicional Chinesa no Centro de Terapias Chinesas (CTC), explica quais os dez sintomas mais incómodos – e que poucas mulheres se atrevem a partilhar – e os tratamentos não invasivos que podem ajudar a ultrapassar esta fase tão bonita com mais tranquilidade.

 


Enjoos. Cerca de 80% das grávidas experiencia enjoos matinais durante as primeiras semanas de gravidez. Em alguns casos, o problema pode alargar-se a toda a gravidez. Não existe prevenção para esta condição, mas existem formas de atuar sobre ela. A Dra. Chen recomenda, por exemplo, o tratamento Zhi Tu, caracterizado pelo uso de um ponto de acupuntura. Como alternativa caseira, a Dra. Chen aconselha a simples colocação de uma rodela de gengibre na boca para afastar os enjoos.

 

Manchas na pele. Outra consequência do aumento dos níveis de estrogénio é aexcessiva produção de melanina, que conduz ao aparecimento de manchas escuras ou acastanhadas na pele, principalmente na cara, o que leva a que essa condição se intitule popularmente de “máscara de grávida”. Para a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) o aparecimento de machas deve-se uma estagnação do sangue. Para eliminar estas desagradáveis marcas, o CTC disponibiliza Wu Xia(“cara perfeita”), um tratamento não invasivo que consiste na utilização deacupuntura facial para promover a circulação no local, seguido da aplicação de uma máscara à base de pó de pérola para retirar as manchas e tonificar o rosto.


Alterações no paladar/olfato. Disgeusia é a distorção ou diminuição do sentido do sabor, que se caracteriza pela existência de um sabor metálico na boca. Está associada ao aumento de estrogénio no organismo e é mais comum no primeiro trimestre. Para um paladar apurado, o CTC dispõe do tratamento Wei Fu, que consiste em auriculoterapia, podendo também ser acompanhado de massagem.

 

Pés e pernas inchados. Os pés e as pernas inchados, característicos dos últimos meses de gravidez, são consequência da retenção de líquidos nas extremidades inferiores. Além disso, devido à pressão do útero nos membros inferiores, o sangue circula mais devagar, o que aumenta o inchaço. Para melhorar a circulação e reduzir o inchaço, a Dra. Chen sugere um método realizado através de acupuntura, e que proporciona um alívio rápido, por vezes até imediato – o Tui Qing (que significa “pernas leves”).


Gestação para além do tempo. Se os músculos do abdómen forem pouco tonificados, contraem menos. Isto leva a que algumas gestações durem além do tempo previsto, o que pode ser muito incómodo para a mãe e para o bebé, além de significar um custo acrescido em cuidados de obstetrícia. Felizmente, a medicina tradicional chinesa dispõe de métodos para induzir as contrações abdominais de forma fácil, rápida e eficaz, ajudando as mulheres a cumprirem a gravidez dentro do devido tempo.


Dificuldade em adormecer. Dormir bem pode ser uma tarefa árdua ou quase impossível para a maioria das mulheres, durante o terceiro trimestre. A barriga grande pode dificultar a escolha de uma posição para deitar e a pressão que esta faz sobre a bexiga, leva a que as mulheres tenham que “correr” constantemente para a casa de banho. Para esta situação, a Dra. Chen sugere o método An Mian(Sono Tranquilo), que ajuda a reestabelecer o equilíbrio das forças vitais do organismo.

 

Apresentação Pélvica/Reposicionamento Fetal. A apresentação pélvica ocorre em61% das grávidas, levando a que o parto normal comporte uma alta taxa de morbilidade comparativamente com a cesariana. A estimulação de pontos de acupuntura com moxabustão corrige, com sucesso e eficácia, a apresentação pélvica na gravidez, evitando a ocorrência de cesarianas forçadas. O efeito tonificante e gradual do aquecimento da moxa incentiva o bebé a tornar-se mais ativo e a levantar-se, de forma a ganhar força suficiente para se posicionar corretamente. O Moxabustão também pode ser utilizado para reposicionar a apresentação transversal, uma situação na qual o feto se encontra colocado horizontalmente no útero da mãe, perpendicular ao canal do parto.

 

Lombalgia. O peso da barriga pode levar a um esforço adicional por parte da coluna e dos músculos das costas, o que se traduz em dores e cansaço na zona lombar. O método Huo Luo Zhi Tong, disponível no CTC, é ideal para a dor lombar aguda.

 

Alterações urinárias. A pressão que o bebé faz sobre a bexiga, tem como consequência uma constante vontade de urinar. Para ajudar no alívio desta condição, o método Tong Lin utiliza a acupuntura e a fitoterapia chinesa.

 

Apetite irregular. Durante a gravidez, o apetite tende a ser difícil de regular. As mulheres ora sentem um desejo incontrolável de comer determinados alimentos, ora sentem uma aversão terrível por outros. Para regular o apetite, a Dra. Chen recomenda um tratamento intradérmico.

 Gravidez alternativa

 

Algumas dicas para melhorar uma das melhores etapas da tua vida!!!! Beijinhos da Kika

Natal controlado....nos doces...diz a Kika

A Kika adora doces, como sabem....Mas no entanto, não pode perder a sua silhueta elegante e felpuda, que deixa os gatinhos doidos por ela!!! Sim, temos tido cantorias aqui á noite.....

Então resolvemos apresentar um produto inovador, que já experimentamos e adoramos os resultados....

Natal controlado

 

A época que se aproxima é uma tentação, não só pelos presentes, mas principalmente pelas iguarias que se servem nesta altura.Sabemos que não é fácil resistir a um doce, aliás é praticamente impossível.

 

Mas para ajudar o teu corpo a manter um nível normal de açúcar no sangue, reduzindo o desejo por doces já existe BioActivo Crómio, que contém ChromoPrecise, a única levedura de crómio, com uma absorção 10 vezes superior a outras formas de crómio.

 

 

Para além disso, contribui para o metabolismo normal dos macronutrientes e é um elemento chave no processamento do açúcar e gordura no organismo. A dose diária recomendada é de 1 Comprimido por dia, à refeição com um copo de água.

 

Sabe mais em www.bioactivo.pt

Assim, a Kika pode comer mais docinhos natalicios e manter as suas elegantes curvas....

Tens stress???? A Kika ajuda com umas dicas....

Olá Olá!!!! A Kika não pára quieta com o entusiasmo deste Blog. Diz que anda muito feliz e que fez novas amizades e recebe muitas mensagens....

E hoje resolvemos escrever sobre algo que ataca a população em geral: Stress..Vamos deixar alhuns conselhos que a Kika leu, para combater esse  mal que nos afeta.

 

Uma alimentação saudável é muito positiva para combater o stress.


- Vitaminas do complexo B: Contribuem para prevenir a insónia e irritabilidade que muitas vezes acompanha o stress. Podes encontrar estas vitaminas no peixe, mariscos, lácteos, ovos, brócolos, espinafres, agriões, cereais e leguminosas.


- Magnésio: Equilibra o sistema nervoso central e favorece o relaxamento do organismo. Os frutos secos, os grãos inteiros e os vegetais são fonte deste mineral.


- Potássio: Este mineral favorece o funcionamento neuromuscular. A batata e a banana são alimentos ricos em potássio.


- Triptófano: É um anti stress eficaz, um aminoácido presente nas proteínas contidas da carne ou leite. É percursor da serotonina, responsável pela sensação de bem estar, relaxamento, maior auto estima e concentração.


- Relaxantes naturais: Há infusões com um efeito relaxante como a tília, a camomila… Um copo de leite à noite também ajuda a dormir melhor.

 

STOP! Reduz o consumo de álcool, cafeína, sal e açúcar!

 

Esperemos que tenham gostado!!! Vou ter de dar um chazinho à Kika pois está eléctrica...hhihihi, mas não de stress, apenas porque quer ir até á janela namorar o novo gatinho....

Beijinhos meus e da Kika

 

11887989_863966270318833_1448790790716139254_n.jpg

 

A Kika adora saltar á corda.....

Saltar à corda é uma brincadeira de crianças? Não necessariamente. É também um excelente exercício físico para todas as idades e estilos de vida, muito completo, intensivo e revigorante, que pode ser feito em qualquer lugar e a qualquer hora. Para além disso é divertido, barato e fácil de aprender, embora numa fase inicial exija um esforço de coordenação, uma boa condição cardiovascular e muita concentração.

Eu e a Kika saltamos muito.....

Por isso, aqui ficam 5 motivos que fazem deste exercício uma das formas mais fáceis e eficazes para emagrecer, queimar excesso de gordura, perder barriga, ter um corpo tonificado e manter-se em forma.

  1. É um treino completo

Quando saltamos à corda estamos a trabalhar várias partes do corpo em simultâneo, ajudando a tonificar e a perder flacidez, bem como a emagrecer, pois em qualquer exercício quanto mais músculos estiverem a ser trabalhados mais se queimam gorduras e calorias. Assim, ao girar a corda estamos a trabalhar os ombros, bíceps e antebraços; mantendo-nos direitos estamos a trabalhar os abdominais; e ao saltar trabalhamos músculos da barriga das pernas, das coxas e os glúteos.

  1. É um treino intenso e saudável

Ao contrário de outros exercícios cardiovasculares, saltar à corda permite exercitar pernas e braços ao mesmo tempo e com a mesma intensidade. E quanto mais depressa saltarmos, mais calorias queimamos. Por seu turno, saltar à corda é saudável porque melhora a resistência física, aumenta a agilidade e fortalece o sistema cardiovascular.

  1. É um exercício eficaz para queimar calorias

Saltar à corda permite perder peso mais rapidamente porque é um exercício que mantem o ritmo cardíaco elevado mesmo após terminado o treino. Assim, para além do trabalho intensivo ao nível muscular, saltar à corda é tão intenso que mantem acelerado o ritmo metabólico, continuando a queimar calorias mesmo depois de pararmos. Por isso é que saltar à corda pode queimar três vezes mais calorias do que fazer jogging, sendo que se o fizermos durante uma hora inteira podemos perder cerca de 1000 calorias!

  1. É um exercício fácil mas diversificado

Os exercícios que podemos praticar a saltar à corda são simples de aprender, independentemente da idade e do local onde são praticados e com ou sem a ajuda depersonal trainers. Mas fácil não é sinónimo de monótono. Acham que saltar à corda não passam de pulos repetidos, sem sair do mesmo lugar? Não tem de ser assim. Em vez de apenas saltar, podemos fazer várias variações: fazer saltos a dois tempos, saltos em corrida, saltar com a corda ao contrário, levantar os joelhos para trabalhar os abdominais, cruzar e descruzar a corda para trabalhar ombros e braços; saltar com ambos os pés ou alternando um de cada vez; etc.

  1. Não exige muito tempo de treino

Dado que é um exercício intenso, que tem bastante diversidade e efeitos duradouros, não será necessário passar horas a saltar à corda para atingir bons resultados. Na verdade, para estarmos em forma bastam 5 a 15 minutos por dia. Claro que quem pretender elevar a fasquia, pode treinar três vezes por semana, em períodos de 20 minutos.

Dicas para melhorar o desempenho

Para melhores resultados, há que fazer os exercícios corretamente, como em qualquer outra modalidade. Por isso, aqui ficam algumas dicas para melhorar o desempenho:

  1. Antes de começarem a saltar façam exercícios de alongamento/aquecimento.
  2. Durante os saltos mantenham as costas direitas, com o pescoço alinhado com a coluna vertebral. Os ombros e braços devem estar relaxados.
  3. Mantenham sempre os abdominais contraídos.
  4. Os joelhos devem estar ligeiramente dobrados.
  5. Apontem os dedos dos pés para a frente.
  6. As palmas das mãos devem estar viradas para cima.
  7. Saltem apenas o suficiente para deixarem a corda passar por baixo dos pés.
  8. Respirem corretamente pelo nariz
  9. Variem os exercícios.
  10. Rodem a corda utilizando os pulsos e não os braços.

Saudades de saltar à corda? Vontade de perder uns quilinhos e/ou tonificar? Então de que é que estão à espera? Toca a saltar!

çll.jpg

 Beijinhos meus e da Kika

 

InstagramCapture_aab9a687-a540-4d71-9f20-76583155ed73.jpg

 

 

O inverno e as rosáceas

Hoje eu e a Kika resolvemos pesquise sobre doenças dermatológicas, sobretudo, aquelas que aparecem com o frio.

A chegada do frio é sempre um problema para quem sofre de rosácea. As grandes diferenças de temperatura que se fazem sentir entre espaços exteriores e interiores, o frio e vento intensos e os ares condicionados causam um aumento do fluxo sanguíneo no rosto,contribuindo para o agravamento dos sintomas desta doença inflamatória crónica.

 

A rosácea é uma doença de pele sem cura, que afeta cerca de 13% da população portuguesa, sendo mais comum nas mulheres a partir dos 30 anos, embora os seus efeitos se mostrem frequentemente mais graves nos homens. A patologia caracteriza-se, sobretudo, por uma vermelhidão facial persistente, acompanhada de uma sensação de ardor e desconforto, podendo também surgir borbulhas (pápulas e pústulas).

 

Manifestando-se na zona central da face – bochechas, nariz, testa e queixo – os sintomas da rosácea têm tendência para agravar com a exposição a certos fatores ambientais e grandes mudanças de temperatura, algo muito comum com a chegada dos meses mais frios.

 

«A rosácea é uma doença de pele muitas vezes confundida com outros problemas e ignorada pelos pacientes. Contudo, estima-se que esta patologia afete cerca de 40 milhões de pessoas em todo o mundo, com consequências não só no seu bem-estar físico, como no seu estado emocional, psicológico e social»,refere Telmo Pedro, Business Manager da Galderma Portugal. «É cada vez mais importante alertarmos as pessoas para esta patologia e para a necessidade de procurarem aconselhamento junto de um dermatologista, por forma a conseguirem controlar a doença», acrescenta.
O tratamento para a rosácea deverá ser escolhido consoante o tipo de manifestações que o doente apresenta, podendo passar pelo uso de medicamentos tópicos e/ou orais.

 

Com a chegada do vento e frio intensos, todos os cuidados com a pele do rosto são poucos. As temperaturas baixas agravam os sintomas da rosácea, por isso sentares-te confortavelmente junto à lareira, tomares banho com água demasiado quente, fazeres sauna ou ingerires alimentos condimentados e bebidas muito quentes, pode não ser tão reconfortante como parece. Tal como o frio, estes fatores têm tendência para aumentar o fluxo sanguíneo e o rubor facial, contribuindo para o agravamento da vermelhidão e das lesões inflamatórias.

 


Mais informações sobre a rosácea, os seus sinais, sintomas e formas de tratamento em http://www.naovireacaraarosacea.pt.

rosaceas.jpg

 Beijinhos meus e da Kika

InstagramCapture_9389efd6-3708-4cfc-8d16-8763af53a22e.jpg

 

 

A mudança da hora afeta-te?

De acordo com um estudo realizado em Portugal, a mudança do horário de verão, para o horário de inverno causa alguns transtornos significativos na vida de muitos portugueses. A hora da refeição e durante o trabalho e à noite são os momentos do dia mais afetados. Os sintomas que se destacam mais nestas horas do dia são o cansaço, tristeza, falta de concentração e ansiedade.


O tempo de adaptação ao novo horário vária de pessoa para pessoa. Na maioria dos casos são necessários dois, ou três dias até recuperar por completo o ritmo e as rotinas da hora antiga, mas há quem se adapte em 24horas aos novos horários.


Segundo os especialistas, os transtornos prolongam-se por mais de 10 ou 15 dias, desencadeando um fenómeno conhecido como “Depressão Sazonal”. Filomena Chainho, psicóloga da Albenture, seguiu de perto este estudo e diz que os resultados vão de encontro ao conhecimento científico deste fenómeno: “Não é surpreendente que os portugueses tenham mencionado o cansaço como o sintoma mais comum, já que há um ajustamento horário em todas as tarefas do dia, o que naturalmente acarreta os tais transtornos para o corpo.

E mesmo que só um quarto das pessoas tenha dito que demora mais de uma semana a completar a adaptação, a verdade é que há sintomas que ainda se prolongam para lá dessa primeira semana, só que se manifestam com menos intensidade e a própria pessoa já se habituou a conviver com esses transtornos, que vão desaparecendo progressivamente”, refere.

Trata-se de uma desordem afetiva marcada inclusive por ligeiros sintomas de depressão que podem afetar as relações pessoais e laborais, pelo que se recomenda maior tolerância a seguir à mudança da hora.

Beijinhos.....

horas.jpg

 

Dicas para prevenir o cancro da mama...

A deteção precoce e mudanças simples no quotidiano ajudam a salvar inúmeras vidas.

cancro (1).jpg

 

1. Examina os seios regularmente e comunica qualquer alteração ao teu médico.

2. Vai a consultas médicas regulares se a tua idade for entre os 20 e os 30 anos.

3. Faz mamografias anuais a partir dos 40 anos ou mais cedo ainda se tiveres um historial de risco.

4. Come muitas fibras, vegetais e frutos ricos em antioxidantes.

5. Mantém um peso saudável. Peso extra significa risco extra.

6. Modera o consumo de álcool.

7. Não fumes. Se fumas, desiste agora. 

8. Pratica um mínimo de 45 minutos de atividade física diária.

 

Tudo é pouco para prevenir esta doença, mas a perseverança e a motivação á um passo para a deter-mos.

Beijinhos rosa