Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saia Amarela

Sempre adorei Moda, Glamour, Fitness, Alimentação saudável e tudo o que envolva equilíbrio do corpo e da mente. E assim surgiu Saia Amarela, um espaço onde podes te reencontrar!!!!

Saia Amarela

Sempre adorei Moda, Glamour, Fitness, Alimentação saudável e tudo o que envolva equilíbrio do corpo e da mente. E assim surgiu Saia Amarela, um espaço onde podes te reencontrar!!!!

Cabelo iluminado no verão

Com o Verºaor, tudo o que queremos é ter umcabelo lindo e brilhante, não é verdade? Nada melhor do que fazer isso comingredientes caseiros e acessíveis. Curiosa? 

 


A base da receita é muito simples. Só precisam de 1 copo de chá de camomila e sumo de meio limão.Aplicam esta mistura com os dedos ou com um vaporizador, deixam atuar durante 40 minutos e lavam o cabelo normalmente. Enquanto esperam que a máscara faça o seu trabalho,deixem os vossos cabelos ao sol para que o efeito seja mais intenso. Há um ingrediente secreto que também podes misturar nesta receita base...

Glicerina líquida. Se o vosso cabelo precisar de uma hidratação extra, adicionem 1/4 de copo de glicerina líquida. A glicerina é usada como emoliente em diversos cosméticos. No entanto, não se esqueçam do amaciador e da máscara hidratante 1 a 2 vezes por semana!

 

Cabelo iluminado no verão

Cabelos lindos com a Kika

Sabias que… o ciclo de crescimento do cabelo tem quatro fases? Ou que odiâmetro capilar aumenta a partir dos22 anos até aos 30- 35 anos? Se pensas que conheces todos os segredos do teu cabelo enganas-te, existem ainda muitos outros para descobrir. Por isso,convidamos-te a jogar ao “Sabias que…” para descobrir todos os segredos relacionados com o cabelo. Vamos começar! A Kika vai ajudar!!!!!

 

 

Sabias que o crescimento do cabelo ocorre em várias fases?


O ciclo de crescimento do cabelo ocorre em quatro fases: anágena, catágena, telógena e exógena. Num primeiro momento, o crescimento do cabelo é determinado pelas particularidades genéticas de cada um de nós. Esta fase dura 2 a 6 anos. Depois, quando o crescimento ativo termina (por razões desconhecidas)existe uma curta pausa, a fase catágena, três meses após a qual o folículo passa à fase telógena. É nesta fase que o cabelo pode começar a ficar debilitado e a cair. Investigações recentes apontam ainda para uma quarta fase – a exógena-, que diz respeito ao mecanismo de queda do cabelo.

 


Mas então, em que estado está o cabelo em circunstâncias normais?


Entre 90% a 95% dos couros cabeludos encontram-se na primeira fase – anágena- e entre os 5% a 10% na terceira fase – telógena.

 

 

Sabias que perdemos entre 50 a 80 fios de cabelo por dia?


Da mesma forma que o cabelo cresce todos os dias, também o perdemos diariamente. Num mês, cada cabelo cresce 0,9 cm e aproximadamente 11 cm num ano. Normalmente, perdemos 50 a 80 fios de cabelo por dia, sendo a maioria os cabelos mais longos e mais escuros. Esta queda pode ser maior quando há um aumento ou uma perda de peso repentinos, em resultado de um pós-operatório ou de uma doença. Outra das causas da queda do cabelo e do envelhecimento celular é o envelhecimento do couro cabeludo e dos folículos capilares, que varia com o passar do tempo.

 

Qual o motivo deste envelhecimento? Pode ser provocado tanto por fatores naturais como por fatores externos. A poluição, o uso excessivo de produtos químicos e as agressões a que o cabelo está sujeito, podem ser algumas das razões deste envelhecimento.

 

 

Sabias que o diâmetro capilar aumenta entre os 22 e os 35 anos?


Uma das queixas mais frequentes das mulheres é a perda de densidade que o seu cabelo vai sofrendo ao longo do tempo, e que se reflete numa perda de volume. A redução da densidade capilar vai desde os 293cm2 aos 35 anos, até chegar aos 211cm2 aos 70 anos. No que diz respeito ao diâmetro do cabelo, é entre os 22 e os 35 anos que se realiza o processo de crescimento, que depois vai diminuindo à medida que passam os anos. Com esta passagem do tempo, a produção de queratina vai também diminuir e o espaço de tempo entre a queda de um cabelo e o crescimento de um novo torna-se maior.

 

 
 
 

Como podemos contrariar esta situação e estimular o crescimento capilar? Uma boa alimentação e o uso de produtos adequados podem favorecer este crescimento que requer a presença de aminoácidos, para gerar a proteína da queratina. 


Surpreendida com algumas destas curiosidades?

Beijinhos da Kika

 

 

 

WHAT???

Do liso para o caracol

Tens o cabelo liso e gostavas de variar com um penteado encaracolado mas não consegues fixá-lo? Toma nota:

1377334_574132672718693_8544350006356815119_n (2).jpg

 


De acordo com Anton Beill, consultor criativo para a Redken Portugal e diretor criativo da Creative Academy, em cabelos tendencialmente mais secos e indisciplinados poderá ser difícil manter o efeito encaracolado. A primeira, e mais importante, recomendação a fazer é a necessidade de manter e assegurar uma hidratação adequada às caraterísticas específicas do cabelo.


É importante a solicitação de um diagnóstico completo, em conjunto com um profissional que possa explicar todos os cuidados e produtos que deverá utilizar, bem como a periodicidade necessária de cada procedimento, de modo a que se consiga gerir as necessidades reais do cabelo. A hidratação continuada e correta torna o cabelo mais leve e maleável, sendo mais fácil de trabalhar e, inclusive,aguentar um penteado.

 


Como Fazer: Começa pela base. Tal como refere o Hairstylist, em cabelos mais difíceis de trabalhar ou mais resistentes à fixação, podes trabalhar o cabelo de raiz (com escova ou babyliss) e prender o caracol depois de feito, com um gancho. Isto deverá ser efetuado madeixa a madeixa e os ganchos só devem ser retirados depois do cabelo estar completamente frio, já que enquanto está quente está a moldar-se.Em cabelos com maior dificuldade em aguentar os penteados, recomenda-se sempre que o caracol fique preso durante mais tempo.

10 Alimentos para um cabelo saudável

Uma alimentação saudável ajuda a ter um cabelo saudável. Deixamos aqui os 10 alimentos que ajudam a que o teu cabelo seja forte.


1- Cenoura: contém Betacaroteno, que evita a queda da cabelo e a perda de pigmento e Vitamina A, que nutre as células do couro cabelo, evitando ainda a produção de oleosidade.


2- Espinafre: este alimento é rico em ferro, que nutre os folículos capilares. A falta de ferro provoca perda de brilho, e queda de cabelo.


3- Aveia: o grão da aveia contém silício, mineral capaz de restituir a queratina, proteína que forma o cabelo. A aveia tem ainda vitaminas do complexo B e Zinco.


4- Salmão: otimo para combater inflamações, e para proteger o couro cabeludo contra os raios UV. Melhora ainda a circulação e a chegada de nutrientes à base capilar, graças à quantidade de Omega 3.


5- Soja: É uma fonte de proteína, nutriente que compõe 97% do cabelo. Se não for rico em proteína, o organismo não consegue produzir novos fios de cabelo, daí ser tão importante o consumo de soja,e esta oferece também biotina, que previne que o cabelo fique quebradiço

1377334_574132672718693_8544350006356815119_n (1).jpg

 


6- Laranja: Este fruto irá ajudar a eliminar do organismo as toxinas, que em excesso, contribuem para o aumento da oleosidade, e da caspa.


7- Morango: é benéfico para o cabelo pois ativa a microcirculação sanguínea no couro cabelo, através dos flavonóides e da vitamina C.


8- Iogurte Magro: Contém aminoácidos e vitaminas B. Estas duas substâncias ajudam a fortalecer os fios de cabelo e ajudam-nos a ficar mais encorpados e resistentes.


9- Castanhas: É uma fruta oleosa, que fornece zinco. A falta desta proteína no cabelo deixa-o fino, quebradiço e sem brilho.


10- Agrião: é rico em MSM, forma biodisponivel do enxofre, que produz a queratina.

8 Dicas antes de pintar o cabelo

Para obteres uma melhor coloração em casa, o processo começa mesmo antes de abrires a embalagem. Perguntamos aos especialistas em coloração quais as dúvidas mais colocadas sobre o tema e aqui estão as 7 perguntas mais comuns.

 

O comprimento do cabelo afeta a quantidade de coloração?
Sim! Se tens o cabelo abaixo dos ombros ou demasiado espesso, podem ser necessárias duas embalagens para o cobrir por inteiro. Além disso, as pontas tendem a absorver maior quantidade de cor, por isso o tempo de espera nesta zona, comparativamente às raízes, pode ser diferente. Neste sentido, talvez não precises de aplicar coloração em todo o cabelo sempre que o pintas.

 

O tipo de cabelo faz diferença na hora de aplicar a coloração?
O tipo de cabelo faz toda a diferença no tempo de espera no processo de coloração. Da mesma forma, a textura também é importante, quer os fios de cabelo sejam mais espessos ou mais finos. Por norma, um cabelo espesso demora mais tempo a absorver a cor, por isso o processo de coloração pode ser mais longo; já um cabelo fino absorve facilmente a cor. Por outro lado, um cabelo seco ou com algum tipo de tratamento químico (alisamento, caracóis, etc.) pode igualmente absorver a cor com maior rapidez.

 

Podemos cortar o cabelo ou fazer caracóis antes de aplicar a coloração?
Se cortares o cabelo antes de aplicar a coloração vais garantir que este está nas perfeitas condições para receber o preparado, além de que uma mudança de cor vai realçar o corte. Aplica os tratamentos químicos para alisar ou fazer caracóis antes de fazer a coloração, assim não corres o risco de interferir nos resultados esperados relativamente à cor.

 

Devemos lavar o cabelo antes de pintar?
Geralmente não aconselhamos lavar o cabelo imediatamente antes da coloração, uma vez que os óleos naturais que protegem o couro cabeludo podem ser removidos. O ideal é lavares o cabelo entre 12 a 24 horas antes da coloração.

 

É possível misturar e combinar tons?
Todas podem personalizar o seu tom, adequando-o perfeitamente ao efeito pretendido. No entanto, para teres melhores resultados, não deves misturar tonalidades dois tons acima ou abaixo. Por outras palavras, não deves combinar, por exemplo, um tom louro com um preto. Para além disso, deves sempre misturar tonalidades da mesma marca de coloração.

 

Quando se deve começar a contabilizar o tempo de espera?
Deves iniciar o temporizador logo que se termines de aplicar a coloração no cabelo.

 

Após a coloração, deve aplicar-se condicionador?
O melhor é utilizares o tratamento condicionador que surge na embalagem de coloração. Este condicionador foi especialmente testado para ser aplicado em conjunto com a coloração, de modo a proporcionar uma maior suavidade e um brilho extra.

9460_716408601776651_4999033434833629708_n (1).jpg

 

Cabelos: do liso ao caracol....

Tens o cabelo liso e gostavas de variar com um penteado encaracolado mas não consegues fixá-lo? Toma nota:


De acordo com Anton Beill, consultor criativo para a Redken Portugal e diretor criativo da Creative Academy, em cabelos tendencialmente mais secos e indisciplinados poderá ser difícil manter o efeito encaracolado. A primeira, e mais importante, recomendação a fazer é a necessidade de manter e assegurar uma hidratação adequada às caraterísticas específicas do cabelo.


É importante a solicitação de um diagnóstico completo, em conjunto com um profissional que possa explicar todos os cuidados e produtos que deverá utilizar, bem como a periodicidade necessária de cada procedimento, de modo a que se consiga gerir as necessidades reais do cabelo. A hidratação continuada e correta torna o cabelo mais leve e maleável, sendo mais fácil de trabalhar e, inclusive,aguentar um penteado.

 


Como Fazer: Começa pela base. Tal como refere o Hairstylist, em cabelos mais difíceis de trabalhar ou mais resistentes à fixação, podes trabalhar o cabelo de raiz (com escova ou babyliss) e prender o caracol depois de feito, com um gancho. Isto deverá ser efetuado madeixa a madeixa e os ganchos só devem ser retirados depois do cabelo estar completamente frio, já que enquanto está quente está a moldar-se.Em cabelos com maior dificuldade em aguentar os penteados, recomenda-se sempre que o caracol fique preso durante mais tempo.

 

Beijinhos

9460_716408601776651_4999033434833629708_n.jpg