Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saia Amarela

Sempre adorei Moda, Glamour, Fitness, Alimentação saudável e tudo o que envolva equilíbrio do corpo e da mente. E assim surgiu Saia Amarela, um espaço onde podes te reencontrar!!!!

Saia Amarela

Sempre adorei Moda, Glamour, Fitness, Alimentação saudável e tudo o que envolva equilíbrio do corpo e da mente. E assim surgiu Saia Amarela, um espaço onde podes te reencontrar!!!!

Uma salada de verão da Kika!!!!!

Olá a tod@s, a Saia e a Kikinha fizeram umas saladinhas novas para esta nova estação, com muita fruta-doce.

Uma salada em homenagem às frutas prediletas de verão: os pêssegos!

Doces, sumarentos e cheios de nutrientes bons.

Um prato vindo do país das maravilhas.

Ingredientes:

2 mãos cheias de folhas de alface;

3 cenouras raladas;

2 pêssegos médios;

2 colheres de sopa bem cheias de requeijão;

1 colher de chá de compota de morango;

1 pitada de sementes de sésamo.

Molho:

2 colheres de sopa de azeite;

1 colher de sopa de vinagre balsâmico;

1 colher de café de mostarda;

Sal e pimenta, a gosto.

Modo de preparação:

Numa tigela colocar a alface, a cenoura ralada, os pêssegos cortados em pedaços, o requeijão e a compota de morango. Polvilhar com sementes de sésamo e regar com o molho.

 

Uma delícia, a Kika adorou.

Experimentem!

Miaus da Kika.

Benefícios da Spirulina: realidade vs promessas... tudo pela Kika!!!!!!

Os benefícios da Spirulina são mais do que muitos, o que lhe valeu o estatuto de superalimento… Mas será mesmo assim? Na verdade, as pequenas quantidades em que é consumida, nunca farão dela um verdadeiro superalimento nem permitirão cumprir todas as suas promessas. Conheça melhor este alimento e tire as suas conclusões.

A Saia e a Kika tomam a sua dose diária e estão a gostar imenso.

 

Apesar de ser considerada uma alga, a Spirulina é, na verdade, uma cianobactéria capaz de fazer a fotossíntese, algo que a distingue da maioria das outras bactérias.

De facto, pelo facto de possuir clorofila, a Spirulina usa o sol como fonte energética, tal como as plantas e as “verdadeiras algas” fazem.

A sua forma espiralada deu origem ao seu nome. Caracteriza-se por apresentar um sabor e cheiro particular, cor azul esverdeada e um perfil nutricional muito rico, que lhe valeu o estatuto de superalimento.

Mas apesar de já ser utilizada há bastante tempo por alguns povos, a sua produção e industrialização popularizou-se muito recentemente, despertando o interesse da comunidade científica e por quem segue as tendências de uma alimentação mais saudável e orgânica.

beneficios da spirulina

 

Benefícios:

  

  1. A Spirulina é considerada uma das melhores fontes de proteína vegetais, visto que fornece cerca de 60 a 70% deste nutriente, sendo ainda considerada uma proteína completa, pois contém todos os aminoácidos essenciais ao organismo e é de boa digestibilidade.

    No entanto, importa salientar que a reduzida quantidade em que é consumida e o preço ainda são fatores que limitam a sua utilização como uma fonte de proteína primária, visto que há maneiras muito mais fáceis e baratas de ingerir esta macronutriente.

  2. Como já referido, a spirulina possui clorofila, responsável pela sua cor verde, e ficocianina, responsável pela cor azul. E um dos maiores benefícios da spirulina devem-se a estes dois compostos: possuir propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, promovendo a neutralização dos radicais livres responsáveis pelos sinais prematuros de envelhecimento e pela danificação de células e tecidos que está na origem de inúmeras doenças.

    Os antioxidantes, também beneficiam o sistema imunitário, aumentando a resistência do organismo ao aparecimento de doenças.

  3. Outro dos benefícios da Spirulina é a sua capacidade de união a substâncias tóxicas e produtos químicos, evitando que as mesmas sejam absorvidas pelo organismo.

    Por outro lado, tem a capacidade de equilibrar o pH do organismo, quando este tende a ser mais ácido, devido à ingestão abusiva de alimentos processados e refrigerantes.

  4. Além de proteína, a spirulina fornece ainda algumas vitaminas e minerais, nomeadamente ferro, cálcio, zinco, selénio, potássio e iodo, assim como de vitaminas A, C e várias do complexo B, incluindo a vitamina B12, importante para pessoas vegetarianas.

    No entanto, além da quantidade de vitamina B12 fornecida por este alimento não ser suficiente para satisfazer as necessidades diárias, parece tratar-se de uma forma de vitamina B12 inativa, ou seja, com pouca função no organismo humano.

    Devido a esta composição em micronutrientes, alguns dos benefícios da Spirulina é fortalecer o sistema imunitário, promover o adequado funcionamento da tiroide e da visão, prevenir a anemia, doenças cardiovasculares, entre outras.

  5. Pelo facto de ser rica em ácidos gordos ómega-3, a Spirulina potencia a saúde cognitiva e cardiovascular, pois promove a redução do colesterol LDL (mau colesterol).
  6. Derivado do teor de proteína, crómio e fibra que possui, esta “alga” ajuda a reduzir o apetite, melhora a digestão e o trânsito intestinal, elimina toxinas pelo trato digestivo e estimula o crescimento de bactérias benéficas da flora intestinal, auxiliando em processos de perda de peso.

Benefícios da Spirulina: realidade vs promessas

 

Conclusão::

Em suma, a spirulina é um alimento interessante que deve manter de forma regular na sua alimentação pelos efeitos positivos que promove no organismo e na saúde. No entanto, tenha as expectativas bem geridas e saiba que não é um alimento tão milagroso como querem fazer dele!

 

Beijinhos da Kika

Mini- “CHEESECAKE” by Kika

Abrir uma semana  com algo doce é sempre boa ideia. Estes  mini “cheesecakes” prometem satisfazer aquele desejo de uma sobremesa à séria!

São frescos e saudáveis e não vão ao forno!

Este mês de Março está tão chuvoso e frio que merecemos algo doçe....

 

Ingredientes (serve 4)

Para a crosta

1 copo de aveia

2 colheres de amêndoas laminadas

2 bolachas de arroz tufado (desfeitas)

1 colher de sopa de manteiga de amêndoa ou amendoim

2 colheres de sopa de mel

 

Para o recheio

1 iogurte grego natural

4 colheres de chá de compota de frutos silvestres sem açúcar

Hortelã para decorar

 

Colocar todos os ingredientes, com excepção do mel e da manteiga, num processador de comida e misturar até triturar tudo. Derreter o mel e a entiga no microondas e misturar com a mistura anterior também no processador de comida até aderir tudo.

Retirar e moldar tacinhas de massa e colocar no frio.

Colocar o recheio de iogurte e compota na altura de servir.

Decorar com uma folha de hortelã!

 

Espero que gostem! A Saia e a Kika já estão a comer..

Beijinhos

MiniCheesecake2

Empadas sem glutem nem lactose..... A Kika experimentou e amou....

Hoje eu e a Kika fizemos umas empadinhas maravilhosas!

 

 

Esta receita não tem gluten, nem lactose  e leva apenas  dois ingredientes principais.

Usei 2 ovos, 2 colheres de tapioca  (pode substituir por polvilho doce) para a massa.

 

Depois juntei temperos e recheio a gosto (usei o que eu tinha em casa) frango, pimenta, cebolinha, queijo fresco sem lactose, peito de Peru.

Coloquei o recheio nas forminhas e cobri com esta massa (ovos e tapioca). Assei por 30 minutos.

 

Vejam como ficaram? Muito nutritivo, ideal para uma refeção leve e com poucas calorias...

Podes fazer alguma quantidade, congelar e ir assando, consoante as necessidades... 

Esperemos que tenham gostado, a Kika amou e nós também.....

 

empadas2